Day Answer

Tamar é uma personagem bíblica do Antigo Testamento, mencionada no livro de Gênesis. Ela faz parte de uma história intrigante e polêmica, que envolve traição, vingança e redenção. Seu nome significa “palmeira” em hebraico e ela é descrita como uma mulher forte e corajosa.

Neste artigo, vamos explorar quem foi Tamar na bíblia e qual foi seu papel na história do povo de Deus.

O que este artigo aborda:

Quem foi Tamar na bíblia?

Quem foi Tamar na bíblia?

Pin It

Quem era Tamar?

Tamar era filha de Maalá, uma cananeia, e se casou com Judá, o quarto filho de Jacó. Ela foi mencionada pela primeira vez no livro de Gênesis, capítulo 38, como parte da genealogia de Judá. Apesar de não ser uma personagem central na Bíblia, sua história é de extrema importância e revela muito sobre a sociedade da época.

Tamar é descrita como uma mulher bonita e inteligente, mas também corajosa e determinada. Ela se destacou por sua perseverança e fé, mesmo em meio a situações difíceis.

O casamento com Er e Onã

Segundo a tradição da época, quando um homem morria sem deixar herdeiros, seu irmão mais velho deveria se casar com a viúva e gerar um filho em nome do falecido. Foi o que aconteceu com Tamar. Seu marido, Er, morreu antes de ter filhos e seu irmão mais novo, Onã, se recusou a cumprir o dever de levirato. Isso desagradou a Deus e Onã também morreu.

A traição de Judá

Após perder dois filhos, Judá prometeu a Tamar que seu terceiro filho, Selá, se casaria com ela quando estivesse mais velho. Porém, Judá não cumpriu sua promessa e Tamar ficou viúva novamente. Ela então decidiu tomar uma atitude para garantir sua segurança e seu futuro.

Tamar sabia que, como filha de um cananeu, não seria aceita pela família de Judá. Então, ela se disfarçou de prostituta e seduziu Judá, que não a reconheceu. Ela pediu um sinal como pagamento pelo ato e, quando Judá não conseguiu cumprir, deixou seu cajado e seu anel como garantia. Dessa união, Tamar engravidou de gêmeos.

A redenção de Tamar

Quando Judá descobriu que Tamar estava grávida, ele a acusou de adultério e ordenou que fosse queimada viva. Porém, Tamar mostrou os objetos que Judá havia deixado como garantia e ele reconheceu sua culpa. Ele então confessou que Tamar era mais justa do que ele, pois ele não havia cumprido sua promessa de dar seu terceiro filho em casamento para ela.

Tamar deu à luz gêmeos, Perez e Zerá, que se tornaram ancestrais importantes do povo de Israel. A história de Tamar é um exemplo de como Deus pode usar situações aparentemente negativas para cumprir seus planos e propósitos.

Conclusão

Tamar foi uma mulher corajosa e determinada, que enfrentou diversos desafios em sua vida. Ela é um exemplo de fé e perseverança, e sua história nos ensina lições valiosas sobre confiar em Deus e seguir seus caminhos, mesmo em meio às dificuldades.

Sua história também revela a importância da justiça e da fidelidade na família e na sociedade. Tamar não se conformou com as injustiças e tomou uma atitude para garantir seus direitos. E, no final, ela foi redimida e se tornou parte da linhagem de Jesus Cristo.

Que possamos aprender com a história de Tamar e aplicar seus ensinamentos em nossa vida, confiando em Deus e buscando sempre a justiça e a fidelidade.

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Redação Day Answer

Contamos com uma equipe dedicada para trazer as melhores respostas para você.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse